Ir para o conteúdo

PARTICIPA MARANHÃO

plataforma digital de participação popular do maranhão

ou

http://www.ip.usp.br/lance/colaboradores.html - Instrutores de Libras / João 3:16 Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenho a vida eterna. :)) I LOVE YOU MY DEAR ______¶¶¶¶¶¶¶¶¶
_¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶____________¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶
_¶¶†††††¶¶¶____________¶¶¶†††††¶¶
_¶¶†††††¶¶¶____________¶¶¶†¶†††¶¶
_¶¶†††††¶¶¶____________¶¶¶†¶†††¶¶
_¶¶†††††¶¶¶____________¶¶¶†¶†††¶¶
_¶¶†††††¶¶¶____________¶¶¶†¶†††¶¶
_¶¶†††††¶¶¶____________¶¶¶†¶†††¶¶
_¶¶†††††¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶†¶†††¶¶
_¶¶†††††¶¶¶†††††¶¶†††††¶¶¶†¶†††¶¶
_¶¶†††††¶¶¶†††††¶¶†††††¶¶¶†¶†††¶¶
_¶¶†††††¶¶¶†††††¶¶†††††¶¶¶†¶†††¶¶
_¶¶†††††¶¶¶†††††¶¶†††††¶¶¶†¶†††¶¶_________¶¶¶¶
_¶¶†††††¶¶¶†††††¶¶†††††¶¶¶†¶†††¶¶_______¶¶¶¶¶¶¶
_¶¶†††††¶¶¶†††††¶¶†††††¶¶¶†¶†††¶¶______¶¶††††¶¶
_¶¶†††††¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶¶†††††¶¶____¶¶¶†††††¶¶
_¶¶†††††¶¶¶¶¶¶¶¶††¶¶¶¶¶¶¶¶†††††¶¶__¶¶¶†††††¶¶¶
_¶¶††††††††¶¶¶¶¶††¶¶¶¶¶††††††††¶¶¶¶¶¶††††¶¶¶¶
_¶¶††††††††††††††††††††††††††††††††††††¶¶¶¶
_¶¶††††††††††††††††††††††††††††††††††¶¶¶¶
_¶¶††††††††††††††††††††††††††††††††¶¶¶
_¶¶¶†††††††††††††††††††††††††††††¶¶¶
__¶¶¶†††††††††††††††††††††††††††¶¶¶
___¶¶¶†††††††††††††††††††††††††¶¶¶
_____¶¶¶†††††††††††††††

Pablo Jesus

Tela cheia
968809 4422170412909 1222632456 n
 Feed RSS

Blog

8 de Maio de 2015, 14:23 , por Participa.ma - | Ninguém está seguindo este artigo ainda.

Neste trabalho apresentamos os resultados de um estudo realizado com a comunidade surda do estado do Maranhão. Investigamos os sinais maranhenses da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) utilizados por essas comunidades, para documentá-los, registrá-los e divulgá-los por meio de ambientes digitais. Tomamos como referencial as contribuições de Freire (1983); Vygotsky (1991, 1998a); Santarosa et al. (2007); Quixaba (2011); Basso (2012); Strobel (2008, 2013); Stumpf,
Oliveira e Miranda (2014), entre outros. Realizamos uma  pesquisa qualitativa e descritiva, cujos dados foram coletados da comunidade surda do Maranhão, com a contribuição de cinco colaboradores surdos. Percebemos que as tecnologias têm auxiliado na ampliação do repertório lexicográfi co da língua de sinais e que outras iniciativas têm sido realizadas no País com a intenção de registrar os sinais das mais diversas áreas. No entanto, no Maranhão, até o momento, não temos notícias de registros de sinais específi cos de uso dos surdos. Em função disso, julgamos relevante registrar os sinais articulados pela comunidade surda maranhense. Registramos e descrevemos 13
sinais da cultura popular e consideramos que, depois da coleta e divulgação dos dados, estes poderão auxiliar os surdos maranhenses em sua inserção nos espaços sociais, educacionais e culturais.



Por favor, edite este bloco e selecione algumas imagens