Ir para o conteúdo

PARTICIPA MARANHÃO

plataforma digital de participação popular do maranhão

ou

Acessos - comunidade

  • 162 comentários
  • 265922 acessos
 Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

Cuidados com a saúde mental durante a pandemia de COVID-19

27 de Março de 2020, 16:01 , por Mariana Karilena Moura - 1Um comentário | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 42 vezes

O isolamento social para conter a transmissão do Coronavírus pode gerar impactos na saúde mental da população. Conheça medidas que estão sendo adotadas e dicas de prevenção.

O Brasil é considerado o país mais estressado e ansioso da América Latina. De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), 5,8% dos brasileiros são diagnosticados com depressão e 9,3% da população sofre de transtornos de ansiedade. As causas são inúmeras, todavia a ocorrência de instabilidades em escala global (como guerras, crises econômicas e surtos epidêmicos) é capaz de agravar ou gerar problemas mentais.

No dia 11 de março de 2020, a OMS declarou a pandemia de COVID-19, doença causada pelo Novo Coronavírus. Este alerta global, aliado às incertezas quanto aos danos causados pelo vírus e às medidas de isolamento social (para minimizar os riscos de contágio), tem gerado pressão psicológica e estresse na população.

Para mitigar os impactos negativos, faz-se necessária a adoção de ações preventivas em âmbito coletivo e individual, tanto pelos governos quanto pela população. O Governo do Estado do Maranhão tem adotado diversas medidas no âmbito da saúde, como a abertura de novos leitos em UTIs, protocolos de barreiras sanitárias e interrupção de serviços não essenciais.

Veja decreto sobre medidas de prevenção do contágio e de combate ao CODIV-19

Veja decreto que adota novas medidas contra o coronavírus no Maranhão

No campo da seguridade socioeconômica, o Governo tem se empenhado na manutenção do pagamento dos servidores, distribuição de cestas básicas e reversão dos cortes no programa Bolsa Família, medidas que visam a garantia do bem-estar da população que, por sua vez, se sente segura diante de políticas públicas adotadas em situações de calamidade.

A garantia do bem-estar também se estende aos profissionais de saúde, que estão na linha de frente no combate à pandemia: fornecimento de estrutura adequada para o atendimento de casos, com a abertura de Centros de Testagem; lançamento de edital de contratação para reforço das equipes; disponibilização de equipamentos adequados, que minimizam os riscos de contaminação.

Veja Edital simplificado para contratação de profissionais da saúde

Veja 40 medidas já adotadas no Maranhão para combater o coronavírus

A transparência e celeridade nas ações do Governo do Estado de combate ao Coronavírus permitem que a população possa fazer sua parte para minimizar o estresse e a ansiedade que todos enfrentam neste período. Confira a seguir algumas dicas:

• Fique em casa – se você foi liberado de suas atividades ou está em regime de teletrabalho, obedeça às recomendações de higiene e isolamento social da OMS. Lembre-se: quarentena não é férias, seu respeito ao isolamento social terá impactos positivos não só na sua, mas na saúde de outras pessoas que por diversos motivos não poderão adotar esta medida.

• Não compartilhe notícias falsas – verifique sempre a procedência das informações e dê preferência aos canais oficiais como fontes de notícias sobre o Coronavírus (www.ma.gov.br/coronavirus).

• Evite julgamentos – é importante evitar o estigma a grupos étnicos e pessoas infectadas. Demonstre empatia e solidariedade às pessoas afetadas em qualquer país, bem como a pessoas próximas e seus familiares, e não contribua para o “linchamento” virtual de alguém. As pessoas afetadas merecem apoio e gentileza para se recuperarem da melhor forma possível.

• Reduza o uso das redes sociais – o “bombardeio” de informações sobre a epidemia pode ser fonte de ansiedade. O ideal é gerenciar seu tempo nas redes sociais, parando num momento do dia para se informar e em outro para atividades de lazer.

• Mantenha uma rotina – trabalhe ou estude nos horários em que estava habituado(a), faça sua atividade física, tire um tempo para relaxar exercitando algum hobbie e converse com seus familiares e amigos que estão longe, utilizando as diversas ferramentas de comunicação disponíveis. 

• Mantenha o foco nas ações preventivas que estão sob seu controle – se você precisa sair de casa, seja qual for o motivo, tenha o cuidado de seguir as recomendações de higiene da OMS (veja Nota do Governo com orientações sobre prevenção). Se precisar ir ao local de trabalho, exija do seu empregador que siga os protocolos de higiene e forneça os equipamentos adequados para o exercício de suas atividades com o mínimo de riscos à saúde.

• Busque ajuda – converse com pessoas de sua confiança sobre suas angústias e procure ajuda profissional especializada sempre que sentir necessidade. O Conselho Federal de Psicologia regulamentou o atendimento on-line neste período de quarentena, informe-se com o profissional de sua confiança sobre esta possibilidade. Para casos emergenciais é possível entrar em contato com a central de atendimento do Centro de Valorização da Vida – CVV, através do número 188.

Acompanhe mais dicas sobre saúde mental em nossas redes sociais:

Facebook: Direitos Humanos Maranhão
Instagram: @dhmaranhao
Twitter: @dhmaranhao


1Um comentário

Enviar um comentário

* campo é obrigatório

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.