Ir para o conteúdo

PARTICIPA MARANHÃO

plataforma digital de participação popular do maranhão

ou

Acessos - comunidade

  • 160 comentários
  • 262899 acessos
 Voltar a Blog
Tela cheia Sugerir um artigo

População de Belágua recebe equipamentos sociais que garantem qualidade de vida

3 de Março de 2020, 17:07 , por Mariana Karilena Moura - 0sem comentários ainda | Ninguém está seguindo este artigo ainda.
Visualizado 40 vezes

 Fonte: https://www.ma.gov.br/agenciadenoticias/

 

Em parceria com o Governo do Maranhão e a Prefeitura Municipal de Belágua, a Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa (Fenae) vem atuando em Belágua, através do Movimento Solidário, que desenvolve ações de promoção de direitos às comunidades mais vulneráveis do município, garantindo dignidade, saúde e esperança a centenas de famílias que habitam os povoados mais isolados.

Em cinco anos de trabalho, já foram garantidos 42 projetos, beneficiando 27 comunidades com poços artesianos, tanques de peixe, banheiros, dentre outros equipamentos sociais que garantem segurança alimentar, água potável e renda.

O último sábado (29) foi mais um dia de entrega para as comunidades de Cabeceira da Prata e Brandura que, respectivamente, receberam um tanque de peixe e um poço artesiano. Os equipamentos devem beneficiar cerca de 20 famílias.

Belágua é uma das cidades que compõem o Plano Mais IDH do Governo do Maranhão, coordenado pela Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), que desenvolve ações nas áreas de educação, agricultura familiar, geração de renda, saúde, dentre outras.

O secretário adjunto de Promoção do Índice de Desenvolvimento Humano da (Sedihpop), Bruno Lacerda, lembra que “em momentos de crise é fundamental estabelecer parcerias para que todos os direitos sejam garantidos. Desta forma, é fundamental a mobilização da Fenae, através do Movimento Solidário, para garantir dignidade às populações mais vulneráveis, atuando para transformar o mundo em um lugar menos desigual, mais justo e, portanto, melhor para todos nós”.

O presidente da Fenae, Jair Pedro Ferreira, que participou da entrega dos equipamentos, destacou a importância das parcerias para efetivar campanhas como o Movimento Solidário e ressaltou que, além da contribuição dos servidores da Caixa de todos os cantos do país, é fundamental o contato com autoridades locais na execução dos projetos.

Ele apontou o Plano Mais IDH como uma iniciativa promissora no combate à pobreza e a vulnerabilidade social. “O Plano é a prova de que é possível mudar a realidade a partir da garantia de direitos básicos, como acesso à água”, disse. Ele defendeu, ainda, que é preciso mobilizar para combater as desigualdades e criar novas perspectiva de vida ao multiplicar as oportunidades. “Nós não podemos nunca nos contentar com ideia de que a pobreza é normal, não é, e num país como o Brasil, as pessoas passarem fome é inaceitável, devemos nos indignar sempre, a fome é um dos maiores crimes contra a humanidade”, sublinhou.

Nas palavras da moradora Maria Soledade do Nascimento, os objetivos listados pelo presidente parecem encontrar os seus resultados. Soledade lembra como era a vida antes do tanque, quando, apesar de muito trabalho na roça e do auxílio do Bolsa Família, em alguns dias, havia somente farinha para comer. Realidade que deve mudar com peixes à disposição para o consumo próprio e para o comércio. Como se a cada nova oportunidade, a fome estivesse cada vez mais distante.

 

 

Belagua


0sem comentários ainda

Enviar um comentário

* campo é obrigatório

Se você é um usuário registrado, pode se identificar e ser reconhecido automaticamente.