Skip to content
Notícias
Criada a Rede Estadual de Escolas de Governo do Maranhão

Criada a Rede Estadual de Escolas de Governo do Maranhão

Spread the love
127

A Escola dos Conselhos “Elisângela Correia Cardoso” da Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação (Sedihpop) e a  Escola de Socioeducação do Maranhão da  Fundação da Criança e do Adolescente (Funac), vinculada à SEDIHPOP, passaram a integrar, nessa segunda-feira (12), a Rede Estadual de Escolas de Governo do Maranhão, no momento do seu ato de criação, realizado na Escola de Governo do Maranhão (EGMA). A formação da Rede tem por finalidade promover o agrupamento das escolas de formação de servidores, ampliando as atividades formativas para os membros da Administração Pública.

A Sedihpop foi representada pela diretora da Escola de Conselhos, Maria Gorete de Sousa, que destacou a potencialidade dessa articulação. “A Escola dos Conselhos iniciou suas atividades há quatro anos e nesse período havia alcançado mais 6 mil participantes de 200 municípios, sendo 160 maranhenses. Acredito que com a Rede de Escolas de Governo iremos multiplicar esses números, otimizar os recursos, trocar experiências e aperfeiçoar metodologias para fazer com o conhecimento sobre direitos, controle social e participação popular chegue a mais pessoas”, afirmou a diretora que também homenageou a memória da defensora de direitos humanos, Elisângela Cardoso.

Representando a Funac, participaram do evento a presidente Sorimar Sabóia Amorim e a diretora da Escola de Socioeducação, Priscila Swaze.

Além da EGMA e da Sedihpop, fazem parte da Rede: a Escola Superior da Defensoria Pública do Maranhão, a Escola de Saúde Pública do Estado do Maranhão (ESPMA), a Escola Ambiental do Maranhão, a Escola Superior da Magistratura do Estado do Maranhão (Esmam), a Escola do Legislativo (Alema), a Escola Superior de Controle Externo (TCE-MA), a Escola Superior do Ministério Público do Maranhão (ESMP), a Diretoria de Ensino da Polícia Militar do Maranhão, a Escola de Socioeducação do Maranhão (Funac) e a Diretoria de Ensino e Pesquisa do Corpo de Bombeiros do Maranhão.

A diretora da Escola de Saúde Pública do Estado do Maranhão (ESPMA), Ana Lúcia Nunes, que também integra a Rede, afirmou que o fato das escolas trabalharem em rede proporciona o alinhamento das pautas, da logística, entre outros, além do fortalecimento das escolas em si: “Quando trabalhamos em conjunto, nós temos a condição de alinhar as nossas pautas, ter uma intercomplementaridade nas nossas agendas, suporte de logísticas, suporte de apoio institucional, planos de cursos compartilhados. Nós da Escola de Saúde Pública participamos de seis redes de escolas no Brasil, e isso vai criando uma força entre as escolas de Saúde Pública, tanto no estado do Maranhão e nos outros estados”.

Já o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE/MA) e representante da Escola Superior de Controle Externo, Washington Luiz de Oliveira, ressaltou que: “Com esse ato de criação de Rede de Escolas, consequentemente, vamos chegar aos 217 municípios do Maranhão, portanto, assinamos com muita alegria esse termo de cooperação com todas as escolas. Trabalharemos em conjunto, inovando, compartilhando cursos, formações, etc.”

Além dos representantes já mencionados, estiveram presentes no evento de criação da Rede: a diretora da Escola Superior da Defensoria Pública do Maranhão (DPE), Eline Barros; a diretora da Escola Ambiental do Maranhão, Layse Campos; o secretário-geral da Escola Superior da Magistratura do Estado do Maranhão (Esmam), Osman Aguiar; a diretora da Escola do Legislativo (Alema), Silvana Leal; e o sub-diretor de ensino da Diretoria de Ensino e Pesquisa do Corpo de Bombeiros do Maranhão, tenente coronel Erison.

Coordenação colegiada

A Rede Estadual de Escolas de Governo do Maranhão é representada pela Coordenação Colegiada, composta por 01 (um) coordenador geral, 1 (um) coordenador adjunto e 1(um) secretário, membros eleitos para um mandato de 02 (dois) anos, permitida uma recondução. As escolas das quais forem eleitos os membros para a Coordenação Colegiada indicarão um suplente, que permanecerá nessa condição até o final do respectivo mandato, salvo motivo justificável.

A primeira eleição da coordenação colegiada será por meio de votação, a ser realizada na primeira reunião ordinária após a assinatura e publicação do protocolo de intenções, com a presença de 2/3 (dois terços) das instituições que compõem a Rede Estadual de Escolas de Governo do Maranhão.

A eleição será na presença de, pelo menos, 2/3 (dois terços) das instituições que compõem a Rede Estadual de Escolas de Governo do Maranhão. Podem votar a ser votados os representantes titulares das escolas integrantes da rede. Na ausência do representante titular, o suplente terá direito a voto, mas não poderá ser votada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *